sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Luiz Melodia e Naná Vasconcelos - Negro Gato



Eu sou o negro gato de arrepiar
E essa minha vida é mesmo de amargar
Só mesmo de um telhado aos outros desacato
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Minha triste história vou lhes contar
E depois de ouvi-la sei que vão chorar
Há tempos eu não sei o que é um bom prato
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Sete vidas tenho para viver
Sete chances tenho para vencer
Mas se não comer acabo num buraco
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Um dia lá no morro, pobre de mim
Queriam minha pele para tamborim
Apavorado, desapareci no mato
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Miauuuuuu! Miauuuuuu! Miauuuuuu!

Sete vidas tenho para viver
Sete chances tenho para vencer
Mas se não comer acabo num buraco
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Um dia lá no morro, pobre de mim
Queriam minha pele para tamborim
Apavorado, desapareci no mato
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Miau! Eu sou o negro gato
Eu sou o negro gato, eu sou o negro gato

Compositor: Getúlio Cortes



Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta