sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Ikea retira do ar propaganda acusada de sexismo na China

A propaganda foi acusada de sexismo por reforçar estereótipos contra solteironas na China

Empresa postou uma mensagem se desculpando por ter passado uma ideia errada em sua propaganda (Foto/Reprodução)

A gigante de móveis sueca Ikea retirou do ar uma propagada veiculada na Chinaacusada de sexismo, segundo jornais internacionais. O filme mostrava uma mãe dando uma bronca na filha por não ter trazido um namorado para apresentar à família.

“Se você não trouxer um namorado da próxima vez, não precisa mais me chamar de mamãe”, adverte a mãe no comercial.

Um homem bem vestido segurando um buquê aparece então, mudando o ânimo da família. Felizes, os pais compram móveis na Ikea e convidam o moço para jantar.

A propaganda foi acusada de sexismo por reforçar estereótipos contra solteironas na China, país em que as mulheres são incentivadas a se casar cedo.

A Ikea publicou então uma mensagem se desculpando por ter passado uma ideia errada em sua propaganda. “O objetivo era encorajar consumidores a comemorar os momentos da vida cotidiana”, informou a rede de móveis.



Via Portal Veja
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta