segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Professor responde por racismo após comparar negras a cerveja escura


"Pra ninguém achar que eu não gosto de afrodescendente. Nega gostosaaaaa!!!! Uh!!!! Foi mal", publicou

Um professor do Instituto Federal Fluminense (IFF) foi denunciado pelo crime de racismo depois de fazer uma postagem no Facebook comparando uma cerveja escura às mulheres negras e sugerir que não possuiria apreço por afrodescendentes, mas abriria uma exceção para a cor da cerveja. "Pra ninguém achar que eu não gosto de afrodescendente. Nega gostosaaaaa!!!! Uh!!!! Foi mal", publicou o professor na rede social em março do ano passado. Na foto, ele erguia um chope escuro na mão.

A postagem desencadeou críticas de grupos defensores da igualdade racial e de alunos da instituição. De acordo com a defesa do professor, os "fatos da denúncia não correspondem à verdade". "Os fatos ocorridos não foram da forma como estão apresentados na denúncia. A defesa vai confrontar os fatos. Isso será provado no intercurso do processo. Não concordamos com a acusação de injúria racial muito menos com a de ato de racismo", destacou o defensor em entrevista ao jornal O Globo.

Para o MPF, a expressão "Uh!!!! Foi mal" mostra que o autor pede desculpas e "deixa nítida a intenção de ironizar com o nítido cunho provocativo e a intenção de zombar de um determinado grupo" - neste caso, o dos negros.

Para o órgão, é "ainda mais reprovável" o fato de a mensagem ter sido postada na internet - onde o que é dito se propaga de maneira mais rápida - e quando é expressa por um professor em contato com jovens em período de formação, alunos e ex-alunos. Em nota, o IFF informou ao GLOBO que tomou as medidas administrativas cabíveis em relação ao professor, sem detalhar quais.


Via Correio 24 Horas
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta