sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Maracatu pernambucano repudia uso de música em propaganda pró-Bolsonaro

'Corrupto, homofóbico e completamente tóxico', escreveu o Maracatu Estrela Brilhante

Material tem cerca de cinco minutos. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil e Facebook/Reprodução

Um grupo pernambucano de maracatu está reivindicando os direitos autorais de uma música, de acordo com eles, usada sem autorização em um vídeo de propaganda do deputado federal Jair Bolsonaro feito pelo partido Patriota e publicado no canal oficial do YouTube do político. A Nação Estrela Brilhante do Recife compartilhou um texto no Facebook protestando contra a utilização indevida da faixa Evolução do baque, que pode ser ouvida a partir do minuto 4:45 no material audiovisual. 
Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre
"Não aceitamos de jeito nenhum que um político corrupto, homofóbico e completamente tóxico à nossa sociedade utilize qualquer tipo de mídia e propriedade intelectual vinda da resistência do maracatu e da cultura popular brasileira, principalmente quando se trata de Estrela Brilhante do Recife", diz o comunicado. A presidente do grupo, Marivalda Maria de Santos, acredita que o vídeo deve ser retirado do ar. 
"Não vou jogar a minha Nação em qualquer buraco. As pessoas veem isso e acham que estou ganhando milhões com a campanha deste homem, mas ele não bateu na minha porta para oferecer nem R$ 0,10 e nunca pediu autorização. Ainda não entramos em contato com ele porque não sabemos nem como fazer isso", relata ela, afirmando que ficou sabendo da situação quando um conhecido a enviou o material. 
"Ele faz o trabalho dele no Rio de Janeiro e faz a campanha com um grupo de maracatu de Pernambuco, por que não botou uma escola de samba? Agora, pegar o meu CD e fazer um trabalho em cima dele sem pedir autorização, não. Queremos que ele retire e pague os direitos autorais do que já foi espalhado", completou Marivalda. 
Procurada pelo Viver, a assessoria de imprensa de Jair Bolsonaro afirmou que, apesar de o material ter sido publicado na conta oficial do político, o vídeo foi produzido pelo Partido Patriota. "Caso a música pertença ao devido grupo, o mesmo deve procurar o Patriota", declarou. A mensagem define a publicação do grupo de maracatu como sendo "lamentável", já que o uso da música seria "mais uma demonstração de carinho pela cultura afro". 

Assista ao vídeo:



Via Diário de Pernambuco
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta