sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Lei criada em Nova Serrana visa controle e preservação do meio ambiente

Município buscará assumir licenciamento ambiental. Entre medidas, foi criado Fundo Municipal de Meio Ambiente e Núcleo de Educação e Extensão Ambiental.

Norma trata da política de proteção, conservação e controle do meio ambiente. Cronograma de ações será traçado (Foto: TV Integração/Reprodução)

O prefeito de Nova Serrana, Euzébio Lago, sancionou a Lei Nº 2.474/2017 que dispõe sobre a política de proteção, conservação e controle do meio ambiente e da melhoria da qualidade de vida no Município de Nova Serrana. O texto trata sobre os fins e princípios da política municipal do meio ambiente, do controle e fiscalização das fontes poluidoras, da degradação ambiental e das intervenções ambientais, além das penalidades e sanções aos poluidores.

A lei ainda cria o sistema municipal de meio ambiente, o Fundo Municipal do Meio Ambiente, o Núcleo de Educação e Extensão Ambiental e dá diretrizes para a criação e funcionamento do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Codema).

“Com esta lei, por exemplo, o município pode assumir o licenciamento ambiental que hoje é feito pelo estado”, informou o chefe do departamento de meio ambiente, Ricardo Faria Lobato.

O primeiro artigo da lei trata da Política Municipal do Meio Ambiente, que tem por objetivo assegurar a todos os habitantes do Município de Nova Serrana um meio ambiente ecologicamente equilibrado, propiciando saúde e qualidade de vida.

Para assegurar esse direito, os termos exigem que o Município observe alguns princípios, como o desenvolvimento sustentável das atividades econômicas, sociais e culturais; a prevenção de danos ambientais e condutas consideradas lesivas ao meio ambiente, bem como a penalização dos poluidores, além da participação da sociedade nas decisões referentes ao meio ambiente, educação ambiental como processo de desenvolvimento da cidadania, entre outros.

“Teremos o reflorestamento da cidade com plantação de árvores, repondo assim as que foram cortadas há anos. Serão realizadas fiscalizações rigorosas para combater o crime ambiental”, analisou Lobato.

Para o prefeito Euzebio Lago, a lei é um grande avanço na política ambiental de Nova Serrana. “O assunto é muito sério e não poderíamos tratá-lo com amadorismo. Nova Serrana é uma cidade cujo sinônimo poderia ser desenvolvimento e, em meio a tanto avanço e crescimento, precisamos olhar para o meio ambiente com carinho e seriedade e garantir às futuras gerações, um ambiente sustentável, equilibrado e que ofereça qualidade de vida a todos”.

Setores

O Sistema Municipal de Meio Ambiente, também criado pela Lei, é constituído pelos órgãos e entidades responsáveis pela proteção, conservação e melhoria do meio ambiente, sendo o Codema o principal deles.

De acordo com o texto, o Codema possui finalidades precípuas de formular e propor ao Executivo Municipal as diretrizes, normas e regulamentação da Política Municipal de Meio Ambiente, bem como atuar nos processos de licenciamento e de sanção às condutas lesivas ao meio ambiente, conforme previsto na Lei, que também oferece diretrizes para a criação e funcionamento do órgão.

A lei ainda cria o Fundo Municipal do Meio Ambiente, que será gerido pelo Órgão Técnico Executivo Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, cuja gestão será aprovada pelo Codema.

Dessa forma, os recursos obtidos com a gestão ambiental deverão ser utilizados para custear planos, projetos e programas de melhoria da qualidade do meio ambiente no Município e melhorias na infraestrutura do Sistema de Gestão Ambiental Municipal, pagamento a consultores e contratados, desde que submetidos à apreciação do Conselho Municipal.

Por fim, a lei cria também o Núcleo de Educação e Extensão Ambiental, que tem o objetivo de realizar as ações de Educação Ambiental no âmbito da Educação Ambiental Formal (instituições oficiais de ensino) e no âmbito da Educação Ambiental Não Formal (órgãos públicos e privados, empresas e a sociedade como um todo). “Agora vamos nos reunir e traçar o cronograma de ações”, finalizou Ricardo.


Via G1
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta