segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Colômbia se desponta como pólo tecnológico da América Latina



Quando se pensa em países com bom desenvolvimento tecnológico na América Latina, talvez os primeiros que vêm à mente sejam Brasil e Argentina. Mas a Colômbia vem se tornando, cada vez mais, um pólo tecnológico no noroeste do continente. Esta semana, fomos convidados a visitar alguns clientes da SAP naquele país para entender como a transformação digital está sendo implementada por pequenas, médias e grandes empresas por lá.

A SAP está comemorando, em 2017, 20 anos de presença na Colômbia e hoje conta com 2400 clientes de várias indústrias no país. No início, oferecia software para CRM e ERP mas, com a digitalização, ampliou seu portfólio e adequou seus serviços, permitindo que os tomadores de decisão tenham uma visão 360 de seus negócios de maneira fácil, ágil, eficiente e competitiva. Hoje, a SAP oferece ferramentas que rodam na nuvem, acessíveis para todo tipo e tamanho de empresa.

Um dos exemplos que casam bem com essa oferta 360 é a rede Donucol, companhia com mais de três décadas de história e que representa a americana Dunkin´ Donuts no país latino-americano.

O crescimento da Dunkin´ Donuts na Colômbia gerou desafios relacionados a alguns processos internos. A empresa tem mais de 110 lojas só em Bogotá, e gerenciar uma operação que precisa ser feita todos os dias para que os produtos perecíveis sejam ofertados frescos para o cliente é uma questão complicada.

A empresa está, no momento, implementando o SAP Business One Cloud para simplificar os negócios, acelerar o crescimento, fazer a operação de forma mais eficiente, minimizar desperdícios e, principalmente, tomar decisões em tempo real. "Os processos mudaram e os volumes aumentaram muito rapidamente, e sem uma ferramenta tecnológica é impossível se manter eficiente. Depois de 34 anos de operações, era fundamental mudar a mentalidade da companhia e ter a capacidade de nos digitalizar", diz Maria Lucia Merino, Gerente Geral do Dunkin´ Donuts Colômbia.

No meio do caminho, entre as médias empresas, conhecemos a Vélez, uma rede de lojas que vende produtos em couro expostos em 230 pontos de venda na Colômbia, Aruba, Curazao, Guatemala, Costa Rica, Panamá, Equador e Peru. Há apenas dois anos, a empresa tinha 30 lojas e o crescimento exponencial fez com que ela demandasse tecnologia para gerenciar toda a operação.

A Vélez é um exemplo perfeito de como aproveitar o conceito de TI em vários aspectos. Por um lado, implementou soluções para otimizar muitos dos processos especializados da indústria da moda com o AFS (Apparel and Footwear Solution - SAP ECC). Do outro lado, pôde usar soluções SAP para otimizar processos de venda, com informações em tempo real sobre inventário, preços e opções que fazem da venda um processo mais assertivo.

Entre as grandes empresas, vemos a realidade da EEB (Empresa de Energia de Bogotá), que tem 120 anos de trajetória e operação em quatro países. Cliente SAP desde 2001, a EEB foi a primeira da América Latina a construir um Digital Boardroom com três telas exibindo informações em tempo real para que o conselho da empresa consiga tomar decisões baseadas em dados de todas as áreas da empresa.

"Sem dúvida, a transformação digital, mais do que ser uma tendência, é uma realidade para as organizações. Por isso, para a SAP é muito importante apoiar as companhias nesse processo de disrupção digital, através de ferramentas que lhes deem a possibilidade de crescer de maneira significativa em um mercado que está sendo regido pela tecnologia", conclui Simbad Ceballos, Gerente Geral da SAP Colombia.


Via TecMundo
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta