terça-feira, 18 de julho de 2017

Ela ficou milionária aos 11 anos com uma receita de limonada com mel e agora investe na preservação das abelhas


Que adulto complica as coisas é fato! Por isso, prestar atenção nas crianças é reaprender o que um dia esquecemos: a simplicidade e honestidade das atitudes. Nesse caso, uma limonada tem a ver com essa história toda.

Costumo brincar se já podemos devolver o mundo para as crianças, mas é o que dizem, brincando podemos falar muitas verdades e concordo com isso.

Com apenas 11 anos, a pequena Mikaila Ulmer tornou-se milionária após uma receita de limonada com mel e ela não pensou em comprar brinquedos, roupas, nada disso. Ela está cuidando das abelhas.

Tudo começou quando ela tinha apenas 4 anos e, incentivada por seus pais, se inscreveu em uma competição de negócios para crianças, em Austin, nos Estados Unidos.
Receita de limonada com mel da avó

Ela tinha que desenvolver um produto e resolveu tirar sua ideia do livro de receitas dos anos 40 que sua família tinha acabado de ganhar de sua avó.

Entre as receitas, uma de limonada com semente de linho. Depois de escolhida, enquanto pensava em seu produto, Mikaila foi picada duas vezes por abelhas.

Então surgiu o interesse em saber mais sobre estes animais e, após descobrir a importância delas para o ecossistema e que estavam desaparecendo, resolveu mudar a receita e criar uma limonada com semente de linho adoçada com mel, que ganhou o nome de BeeSweet.

Ela passou a vender seu suco em feiras de empreendedorismo para crianças e adolescentes e doa parte dos lucros para instituições responsáveis pela preservação das abelhas.

A iniciativa de Mikaila rendeu US$ 60 mil dólares no ano passado e neste ano ela acaba de assinar um acordo de US$ 1 milhão com a rede de supermercados Whole Foods, que irá vender seus produtos em 55 lojas pelo país.












Fonte: Hypeness

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.


Via Razões Para Acreditar
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta