quarta-feira, 28 de junho de 2017

Olhos cansados: por que esse problema é cada vez mais frequente?

Uso intenso de dispositivos digitais, como celulares e computadores, tem causado fenômeno chamado astenopia ocupacional


Lentes cansadas: uso excessivo dos dispositivos digitais fazem olhos arder, coçar e lacrimejar (Zeiss Digital Lenses/Divulgação)

Você já sentiu seus olhos ardendo, coçando e lacrimejando, como se estivessem sempre cansados? Se a resposta for positiva, vale a pena ficar atento. Segundo o oftalmologista Ricardo Augusto Paletta Guedes, esses podem ser sintomas de um fenômeno recente chamado astenopia ocupacional. Cada vez mais comum, ele é causado pelo uso excessivo de celulares, tablets e computadores.

A astenopia é um dos tipos de cansaço visual e compreende um conjunto de sintomas oculares causados pelo esforço exagerado. Os principais são dores oculares, cefaleias (dor de cabeça), lacrimejamento, ardência e coceira. A falta de óculos, para quem tem miopia, hipermetropia ou astigmatismo, também pode causar a doença.

Recentemente, no entanto, tem chamado a atenção a frequência cada vez maior de casos de astenopia ocupacional, causada pelo uso intenso de dispositivos digitais. Isso ocorre porque, quando os olhos fixam um objeto a menos de 3 metros de distância, o músculo ciliar entra em contração para focalizar a imagem. “Ao usarmos o celular, tablet ou computador em excesso, geramos um esforço exagerado e prolongado desse músculo, originando esse tipo de astenopia”, explica o médico. Para completar, quando ficamos muitas horas seguidas em frente a uma tela, o reflexo de piscar diminui e acabamos piscando menos vezes do que o normal. Isso gera ressecamento ocular, outro causador do sintoma de cansaço visual.

Cuidados

Segundo o oftalmologista, o tratamento da astenopia deve ser direcionado à causa do cansaço. “Se for um erro de refração, como miopia, hipermetropia ou astigmatismo, a correção visual por meio de óculos ou lente de contato deverá ser prescrita”, afirma.

Se a causa for uso excessivo dos dispositivos digitais, ele acredita que a educação do paciente seja fundamental. “É preciso limitar o uso da visão de perto e intercalar com períodos de descanso”, recomenda. “Normalmente, para cada 40 ou 50 minutos de uso do computador, celular ou tablet, deve-se ter em torno de 10 minutos de descanso visual”, afirma. Nesse período de descanso, é importante olhar para longe, pela janela, ou ficar com os olhos fechados por alguns minutos. Outro cuidado importante é o de manter os olhos bem lubrificados, lembrando-se de piscar de forma frequente, mesmo que voluntária, ou por meio do uso de colírios lubrificantes oculares.

Lentes especiais

Para quem sente desconforto nos olhos, mas de qualquer forma precisa passar o dia alternando o olhar entre diversas telas digitais, as ZEISS Digital Lenses podem ajudar – e muito. As lentes foram desenvolvidas especialmente para pessoas que têm entre 30 e 40 anos, independentemente de usarem lentes de visão simples ou não, e precisam diminuir o estresse visual ao longo do dia. Sua efetividade foi testada em usuários de dispositivos digitais e 90% deles ficaram satisfeitos. Os participantes afirmaram que elas reduziram os sintomas de olhos cansados. Saiba mais em www.lentesdigitais.com.br.

Entenda os dois tipos de “olhos cansados”

Presbiopia: cansaço visual normal do envelhecimento ocular. Presente em todas as pessoas a partir dos 40 anos de idade. É irreversível e causada por uma maior rigidez da lente que existe dentro dos olhos, o chamado cristalino, que faz com que o músculo ciliar, responsável pela focalização da imagem, tenha mais dificuldade de trabalhar. Corrige-se com óculos, lentes de contato ou, ocasionalmente, com cirurgia.
Astenopia: cansaço causado pelo esforço visual excessivo. É causada por falta de óculos (para quem precisa) e uso excessivo da visão de perto (celular, tablet ou computador). Corrige-se com a prescrição da correção visual (quando necessária), correção do ressecamento ocular (quando presente) e orientação e educação das pessoas sobre o uso consciente da visão de perto.


Via Portal Exame
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta