sábado, 3 de junho de 2017

Ellen Oléria - Linhas de Nazca


Eu não sei o que será
Mas o que eu sei
Eu não vou negar

O caminho é pelo mato amassado
O caminho é pela pedra polida
O caminho é pelo mato amassado
O caminho é pela pedra polida

Essa é a trilha
Das linhas de Nazca

É a minha voz na poesia de maca

Meu nome é Encruzilhada
Meu nome é Encruzilhada
Meu nome é Encruzilhada
Meu nome é Encruzilhada

Eu não sei o que será
Eu não sei o que será
Mas o que eu sei
Eu não vou negar

O caminho é pelo mato amassado
O caminho é pela pedra polida
O caminho é pelo mato amassado
O caminho é pela pedra polida

Essa é a trilha
Das linhas de Nazca

É a minha voz na poesia de maca

Meu nome é Encruzilhada
Meu nome é Encruzilhada
Meu nome é Encruzilhada
Meu nome é Encruzilhada


Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta