segunda-feira, 12 de junho de 2017

App de mobilidade Moovit lança serviço de caronas no Brasil

Serviço de caronas pagas, ou carpool, do app de mobilidade Moovit está chegando a São Paulo

Carro: serviço de caronas do Moovit se encaixa em economia compartilhada (BrianAJackson/Thinkstock)

São Paulo — O aplicativo de mobilidade urbana Moovit está lançando seu serviço de caronas no Brasil. Com a novidade, motoristas de São Paulo poderão oferecer caronas para usuários do app. A cidade será a primeira da América Latina a receber o serviço.

Primeiramente, é importante diferenciar o serviço de outras soluções como Uber, 99 e Cabify. As caronas do Moovit têm como objetivo diminuir os gastos de um motorista com seu carro–e não servir como fonte de trabalho e renda. Quem dirige deve colocar o trajeto que fará com o carro e oferecer caronas a outros usuários. Seu modelo é mais próximo do app BlaBlaCar do que dos outros citados acima.

A ideia é que não ocorram desvios do caminho de quem dirige. Quem quer uma carona paga somente para diminuir os custos do trajeto que já seria feito pelo motorista. De acordo com Itay Gil, vice-presidente da Moovit e responsável pelo projeto de caronas, a ideia poderia ser chamada de um ganha-ganha-ganha.

“Quem dirige vê suas despesas com o carro caindo; quem usa a rede de transporte público terá mais uma opção, chegando mais rápido ao destino; e a cidade deve ver diminuição nos engarrafamentos”, diz a EXAME.com.

Inicialmente, corridas de graça serão oferecidas para os usuários. Elas serão subsidiadas pela Moovit, uma vez que o motorista receberá o valor integral. Gil chama a atenção para o fato de que a Moovit ainda não cobra qualquer tipo de taxa do motorista.

Para evitar que o programa de carona seja usado como fonte de renda, o Moovit impõe alguns mecanismos de controle. O motorista pode realizar somente duas viagens pagas por dia com limite de três passageiros em cada. Além disso, o valor que pode ser cobrado nunca é superior ao custo da viagem para gerar economia, não lucro.

Os dois envolvidos precisam fornecer a página do perfil no Facebook. Isso serve para criar confiança, diz Itay, já que se pode até descobrir amigos em comum graças à integração.
Como funciona

Para que um passageiro peça um carro, basta usar o Moovit (com versões Android e iPhone). Já os candidatos a motoristas terão de usar um aplicativo dedicado (com versões para Android e iPhone).

O motorista deve cadastrar algumas informações pessoais e fornecer dados sobre a rota que segue de carro. Já o usuário verá a opção de carona paga entre as rotas possíveis de deslocamento pela cidade. Será possível, inclusive, combinar as caronas com outros meios de transporte público no planejamento da viagem.

Ao escolher o motorista que faz uma rota de interesse, o passageiro manda um pedido de corrida. O motorista necessariamente precisa aceitar antes que ela seja cadastrada. Isso pode ser feito com horas de antecedência, como a noite anterior à ida ao trabalho, ou a poucos minutos da partida.

Assim que o motorista aceita a corrida, os dois têm acesso aos números de telefone e podem conversar ou trocar mensagens por apps como WhatsApp. A viagem é debitada do cartão de crédito do usuário.



Via Portal Exame
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta