terça-feira, 11 de abril de 2017

Campanha é retirada do ar após público considerá-la “gay demais”

O filme da empresa de lubrificantes Boy Butter mostra o modelo vestindo um avental da marca e ensinando como utilizar um batedor de manteiga

Boy Butter: o comercial foi veiculado nos intervalos de programas como RuPaul’s Drag Race – reality show estrelado por drag queens – também no Canadá, em Los Angeles e em San Diego (Youtube)

A nova campanha de “Boy Butter”, marca de lubrificantes, teve sua veiculação retirada dos intervalos da Comcast TV de Chicago, após espectadores a considerarem “muito gay”.

O filme, de 30 segundos, mostra o modelo vestindo um avental da marca e mostrando como utilizar um batedor de manteiga – instrumento que aparece no logo da empresa.

O comercial foi veiculado nos intervalos de programas como RuPaul’s Drag Race – reality show estrelado por drag queens – também no Canadá, em Los Angeles e em San Diego.


Para Eyal Feldman, fundador da Boy Butter, o banimento foi sexista e homofóbico:

“Minha esperança é que, continuando a ampliar os limites do que é aceitável e agradável na TV, a Boy Butter consiga criar um espaço onde homens gays possam assistir a si mesmos, não apenas nos programas que assistimos, mas também na publicidade que os patrocina.”


Este conteúdo foi publicado originalmente no site da AdNews.

Via Exame.com
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta