quinta-feira, 6 de abril de 2017

Águas da Cabaça - Elizandra Souza


“Esse fruto seco que tudo carrega
Elixir dos deuses e do diabo
Águas para o banho
Águas que matam a sede
É vida, é ventre

Quando pensam que morri
Renasço nas mãos de uma mulher

Ser cabaça, ser fértil
simples, discreta
suave, dura e impermeável
Reverberar o som com suas sementes”
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta