terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Elon Musk acredita na fusão de humanos e máquinas em breve

CEO da Tesla vê a inteligência artificial como uma ameaça aos empregos dos motoristas

Ex-Machina: Filme de 2015 trata de inteligência artificial (Ex Machina/Reprodução)

São Paulo – Elon Musk, o bilionário do mercado de tecnologia, afirmou nesta semana acreditar na fusão entre humanos e máquinas para que continuemos a ser relevantes na era de inteligência artificial.

“Com o tempo, penso que nós provavelmente veremos uma fusão de inteligência biológica e inteligência digital”, declarou Musk, em um evento em Dubai, nos Emirados Árabes, de acordo com a CNBC.

O bilionário crê que isso acontecerá, principalmente, devido à velocidade superior de comunicação das máquinas em relação aos humanos.

“Uma interface de alta largura de banda para o cérebro será algo que ajudará a atingirmos a simbiose entre a inteligência de humanos e máquinas e, talvez, resolver o problema de controle e de utilidade”, disse Musk, ao falar da ameaça do domínio da inteligência artificial sobre os humanos, uma preocupação de várias mentes da tecnologia.

A ideia de unir humanos a máquinas é tema de discussão há anos. Como lembra o The Verge, J.C.R. Licklider tem um estudo sobre o assunto, de 1960, no qual afirma que o resultado será que o cérebro humano pensará como nenhum outro e os dados serão processados por máquinas também de maneira sem precedentes.

Ray Kurzweil, futurista e diretor de engenharia do Google, afirmou a CNN Money, no ano passado, que os humanos serão dominados pelas máquinas quando elas tiverem emoções e personalidade. A previsão dele para que isso aconteça é em 2029.

Porém, Kurzweil também acredita que nossos cérebros poderão ser conectados à internet por meio de pequenos implantes. Assim como nos filmes de ficção da trilogia Matrix, seria possível fazer o download de habilidades e conhecimentos — o que vai de encontro à crença do bilionário da tecnologia.

Musk ligou seu discurso de inteligência artificial ao fato de que os carros autônomos estão cada vez mais próximos da realidade e isso pode tirar empregos de muitos motoristas em todo o mundo. Vale lembrar que os carros da Tesla, montadora da qual Musk é CEO, têm um sistema de condução autônoma em estágio de evolução.

Além disso, a Ford anunciou recentemente um investimento de 1 bilhão de dólares para aplicar no desenvolvimento de inteligência artificial para carros. O objetivo é avançar seus projetos de carros autônomos.

Seu veículo mais moderno, o Ford Fusion, já tem uma mistura de motor elétrico com à combustão e um sistema de piloto automático, que mantém distância segura e ritmo de aceleração programados pelo condutor – ainda que ele não consiga interpretar semáforos, como também acontece com os carros da Tesla hoje em dia.


Via Exame.com
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta