quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Projeto ‘Lata 65’ ensina idosos a arte do grafite em Lisboa

Idosos com mais de 60 anos estão deixando a cidade mais colorida.


Em Lisboa, Portugal, a arte do grafite é ensinada para idosos de mais de 60 anos de idade através do projeto Lata 65, criado em 2012 e que já teve até uma edição no Sesc Santana, em SP, em setembro de 2015.

Uma das fundadoras do projeto, a arquiteta Lara Seixo, diz que um dos objetivos do Lata 65 é devolver um pouco de alegria aos velhinhos que se sentem sozinhos. “É também uma questão de inclusão, porque eles passam a entender o que é feito na cidade deles”, afirma.

O projeto já teve 23 edições e é resultado de trabalhos anteriores da arquiteta com arte visuais. A iniciativa é financiada pela venda de merchandising, como camisetas. Inclusive a marca do Lata 65 foi desenhada por uma participante, que passou a sair sozinha para pintar os muros e até foi detida pela polícia.



Seixo afirma que trabalhar com idosos é uma tarefa importante. Ela diz que falta apoio para esse grupo da população, cada vez maior. Seixo lembra que a própria arquitetura os exclui, com prédios antigos sem elevador e ladeiras íngremes.

“Tenho medo de vir a ser tratada como alguns dos idosos que participam da minha oficina, que estão à espera de morrer. Isso é uma coisa que me toca”, afirma Seixo. Embora as aulas sejam abertas a todos os idosos, grande parte dos alunos são mulheres.





Com informações da Folha de S. Paulo / Fotos: Reprodução

Via Razões Para Acreditar
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta