terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Livraria promove literatura negra em Belo Horizonte


Texto: Divulgação

A cidade de Belo Horizonte recebeu no final de 2016 um espaço importante para a comunidade negra e para a diversidade da literatura no município. A livraria Bantu abriu as portas para um público que anseia um contato literário com a afro brasilidade.

Jornalista e pesquisadora na área da representatividade negra, Etiene Martins encontrava dificuldades em adquirir livros que retratam o assunto precisando percorrer diversas livrarias tradicionais da cidade e algumas vezes ficava frustrada. “Não são raros os livros com essa temática estarem esgotados nos estoques das livrarias mesmo que a editora ainda esteja distribuindo. As vezes eu encontrava um livro ou outro de grandes editoras, mas como a maioria dos escritores negros lançam em editoras de pequeno porte ou até mesmo de forma independente nós mineiros ficávamos sem ter onde recorrer”, afirma Etiene.

Diante desse cenário, a jornalista decidiu abrir uma livraria que ficasse incumbida de reuni obras biográficas, fictícias, poéticas, religiosas além de materiais pedagógicos, literaturas brasileiras e estrangeiras com a temática africana e afro-brasileira em um único lugar. Garantindo assim uma visibilidade e acesso ao tema dando um suporte aos escritores que publicam de forma independente, as editora de pequeno porte e também reunindo o material com essa temática das grandes editoras.

A Livraria Bantu está localizada ao lado da Praça da Estação, Avenida dos Andradas 367, loja 211B.


Via Alma Preta
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta