segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Balotelli é vítima de racismo em jogo na França

"É normal que os torcedores façam sons de macaco tipo 'uh, uh' durante todos o jogo e ninguém da comissão disciplinar diga nada?", disse o atacante.


O atacante italiano Mario Balotelli (Gabriel Bouys/AFP/VEJA)

Mario Balotelli foi, mais uma vez, alvo de insultos racista. Desta vez, na França, onde atua pelo Nice, líder do campeonato local. O atacante reclama ter sido alvo de sons de macaco emitidos pela torcida do Bastia no empate em 1 a 1 entre as duas equipes, na sexta-feira à noite.

“É normal que os torcedores do Bastia façam sons de macaco tipo ‘uh, uh’ durante todos o jogo e ninguém da comissão disciplinar diga nada? Então o racismo é legal na França? Ou só em Bastia? Futebol é um esporte fantástico, mas essa gente como os torcedores do Bastia são horríveis”, postou Balotelli no Twitter. A mensagem foi compartilhada pela conta do próprio Nice. O Bastia é um clube da cidade homônima, capital da ilha de Corsica, ao sul da França, no Mar Mediterrâneo.


Via Portal Veja
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta