sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Escola americana trocou punições por meditação e os resultados são animadores


Ao invés de punir os alunos que se comportam mal com castigos e punições, que não resolvem de fato o problema, uma escola em Baltimore, nos Estados Unidos, adotou a meditação para que os alunos se acalmem e reflitam sobre suas atitudes.

A escola primária Robert W. Coleman desenvolveu um programa deexercícios de meditação e yoga que fazem parte da sua grade curricular. As atividades acontecem em uma sala decorada com luminárias e almofadas.


Alunos de diversas classes realizam os exercícios em silêncio e tranquilidade. Muitos deles praticam os exercícios em casa e aproveitam para ensiná-los aos pais que vivem estressados – lembrando que Baltimore é uma cidade com muitos problemas sociais.


“Os pais comentam com a gente que volta e meia estão estressados em casa, eos filhos os convidam a se sentar, se acalmar e respirar”, conta Andres Gonzales, da Fundação Holistic Life, parceira da escola no projeto.


O projeto também ensina as crianças sobre meio ambiente e agricultura com atividades práticas. O resultado de todas essas medidas é que onúmero de punições e suspensões caiu para zero. Podemos dizer também que a relação dos alunos com seus pais em casa melhorou bastante.



Com informações do Hypeness / Fotos: Divulgação


Via Razões Para Acreditar
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta