terça-feira, 2 de agosto de 2016

O passado misógino, racista e homofóbico de Biel no Twitter é ASSUSTADOR


E parece que Biel não cansa de dar closes errados. Bem errados. 

Após acusar a jornalista Giulia Pereira, que entrou na Justiça contra o cantor por assédio em junho deste ano, de ter prejudicado sua carreira e o “trabalho de anos”, Biel trancou seu perfil do Twitter depois que usuários reviveram dezenas de tweets preconceituosos feitos pelo cantor.

Os prints dos tweets, datados entre 2011 e 2012, começaram a viralizar desde ontem e resgataram novas críticas ao cantor.

As postagens são regadas de racismo, misoginia, homofobia, gordofobia e atépreconceito contra idosos. Em julho de 2011, por exemplo, o cantor tuitou: “Dar lugar no ônibus para idosos? Nós que ralamos o dia inteiro dar nossos lugares para quem tem aposentadoria e coça o rabo o dia inteiro?”.

Na mesma época, o cantor escreveu: “Três africanos encontram uma lampada (sic) mágica: 1 º – quero ser branco. 2º – tbm (sic) quero ser branco. 3º – quero que eles voltem a ser negros .-.”. Outro tweet ele dá bom dia aos “negros fedidos”.

E não fica só nisso. Ele também dá seu “palpite” sobre a atriz Thaís Araújo.
“É linda mano, única morena, negra, sei lá, que acho bonita”, escreveu em julho de 2012.

Ainda deu pitaco preconceituoso sobre Adele.
“Essa ‘Adele’ podia ser gostosa né, ai a musica (sic) dela ia ser mais bonita ainda kk”..

Em outro tuíte, Biel fez apologia ao estupro ao comentar sobre a cantora Amy Lee, do Evanescence.
“Quem odeia evanescence e acha que ela devia cair no palco e ser estuprada por fans (sic) psicóticos dá retweet”, escreveu em outubro de 2011..

Como se já não bastasse, o cantor também deu um show de homofobia na rede social. Em maio de 2012, Biel disse que “bixa tem todo o direito de ser bixa, mas não precisa extravazar (sic) né?” e continuou: “eu sou homem e não saio por ai esbanjando masculinidade e machismo”.

(Ah, não?)

Segundo o blog EMais, do Estadão, logo depois que os prints começaram a viralizar o cantor trancou sua conta no Twitter.

O perfil também perdeu o selo azul de Verificação do Twitter (que informa as pessoas de que uma conta de interesse público é autêntica).

Apesar de tentar proteger sua conta de ataques, os prints continuam circulando com força nas redes — e despertando (ainda mais) indignação dos usuários. Veja alguns deles:


Entenda o caso

Em junho deste ano, a ex-repórter do portal IG, Giulia Pereira, denunciou o assédio que sofreu durante uma entrevista com Biel. De acordo com o relato, ele chamou a jornalista de “gostosinha” e disse que “a quebraria no meio” se mantivessem relações sexuais.

O cantor de 20 anos foi denunciado pela profissional na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual.

Desde então, o cantor tentou diversas vezes justificar suas atitudes e acaboupiorando ainda mais a situação. Em entrevista ao TV Fama, da Rede TV!, na última segunda (1), Biel disse que ele foi o grande prejudicado com a denúncia da jornalista.

“Eu queria primeiro deixá-la ciente do quanto ela prejudicou minha carreira. É um trabalho de anos, não só meu, mas de um grupo empresarial, de uma gravadora”, disse.

“Ao mesmo tempo, queria agradecer porque eu aprendi muito com isso e poderia ter sido muito pior. Presenciei tudo e sei o quanto estávamos em clima de descontração. Errei por ter feito as brincadeiras que fiz com uma pessoa que não conheço.”

Biel, apenas pare.


no HuffPost Brasil por Luiza Belloni
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta