terça-feira, 2 de agosto de 2016

O olhar do premiado fotojornalista Tomás Munita

Fotojornalista Chris Hondros no Afeganistão
Foto: AFP/Getty
O chileno Tomás Munita recebeu o prêmio Chris Hondros Fund Award por suas imagens captadas em El Salvador, Cuba, Síria, Afeganistão, Atacama e Peru. Primeiramente, vamos apresentar a origem do prêmio. No fim do texto estão as fotografias do portfólio de Munita.


Chris Hondros Fund


Empatia. Dedicação. Humildade. Estas três características nortearam o trabalho do falecido fotojornalista Chris Hondros. A revista Time descreveu que suas imagens “refletiam um inato desejo de fotografar o mundo humano que o fotógrafo descobriu ao seu redor”.

Em 2011, morreu durante o ofício ao ser atingido por um morteiro enquanto cobria o conflito na Líbia. No ano seguinte, foi então criado o Chris Hondros Fund, com o propósito de prosperar e preservar as habilidades de Hondros, trazendo experiências mundanas aos olhos do público.

Deserto do Atacama, Chile
Deserto do Atacama, Chile
Centro Penal Quetzaltepeque, San Salvador, El Salvador
Centro Penal Quetzaltepeque, San Salvador, El Salvador
Centro Penal Quetzaltepeque, San Salvador, El Salvador
Vilarejo de Tsiquireni, Peru
Vilarejo de Tsiquireni, Peru
Guañape, Peru

Guañape, Peru
Foto: Tomás Munita
Havana, Cuba
Havana, Cuba
Havana, Cuba 
Havana, Cuba
IML, San Salvador, El Salvador
Kabul, Afeganistão
Kabul, Afeganistão
Rankous, Síria
Rankous, Síria
Sakba, Síria
Sakba, Síria 
Sakba, Síria 
San Salvador, El Salvador

Fonte: Laparola
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta