quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Mulher que insultou banhista na praia é presa por injúria racial no Rio


Foi estabelecida fiança no valor de R$ 2 mil para que ela deixe a cadeia.
Vídeo que registrou as ofensas causou revolta nas redes sociais.

A mulher que aparece em um vídeo agredindo verbalmente outra mulher na praia por causa da cor de sua pele foi presa em flagrante e indiciada pelo crime de injúria na 16ª DP (Barra da Tijuca). Crime prevê pena de um a três anos de prisão, além de multa.

Para deixar a prisão, foi estabelecida fiança no valor de R$ 2 mil. Até a segunda-feira (29), no entanto, Sônia Valéria Rebello Fernandez ainda não havia pago o montante e permanecia detida. O caso foi registrado na delegacia no fim da noite de domingo (28).

As imagens publicadas na internet foram visualizadas mais de 1,7 milhão de vezes em menos de 24 horas. “Não tenho culpa de você se sentir agredida por ser mulata, amor. Você é uma complexada. Nasça branca. Você nasceu mulata. Fazer o que?”, gritava a mulher no vídeo. Veja o vídeo.

Em outro momento, a Sônia segue com as ofensas: “Você é uma complexada, por ter cabelo duro”.

De acordo com a descrições das imagens, elas teriam sido gravadas na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Entre os comentários, usuários da rede social se manifestaram com pesar e incentivaram a denúncia contra a mulher.

“Pessoa digna de pena”, disse uma das pessoas que comentaram. Em outros comentários, usuários demosntraram revolta e desejarama a punição da mulher. “Esta infeliz tem que ser punida, cadeia nela para aprender”, destacou outra pessoa que comentou no post. “Muito triste de ver esta cena”, disse outra internauta.


Do G1 Rio
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta