terça-feira, 16 de agosto de 2016

Ensaio fotográfico qustiona padrões exaltando a beleza da mulher negra e gorda


Romper com a violência dos padrões de beleza, sexuais, comportamentais e sociais pode salvar vidas. Não há de haver mais espaço para que opressões, exclusões, intolerância e agressões – simbólicas ou físicas – sejam aceitas, ou pior: sejam naturalizadas, transformando-se em normas.

Foi pensando na necessidade dessa mudança de paradigma que as fotógrafas Alile Dara Onawale e Renata Martins convidaram Jéssica Ipólito, do site Gorda e Sapatão, para ser fotografada nua, exibindo a beleza das histórias que seu corpo conta em suas curvas e dobrinhas.


A palavra de ordem do trabalho é aceitação do corpo como ele é, mas nunca no sentido da resignação. A força está na ressignificação dos corpos como potência sempre. “Não pediremos mais desculpas por sermos o que somos e nem modificaremos ou sacrificaremos nossos corpos por imposições de uma sociedade sufocante”, diz Jéssica, em texto publicado em seu site.


As fotos foram realizadas na sede das Capulanas Cia de Arte Negra, com produção de Débora Marçal, tratamento por Nina Vieira e Alile Dara e texto de Hanayrá Negreiros.








Recentemente o Hypeness mostrou a fotógrafa brasileira que levantou debate retratando “mulheres gordas” em ensaio sensual. Relembre.


Via Hypeness
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta