segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Cidade da Criança faz campanha contra o abandono de cães e gatos

Animais domésticos podem prejudicar a saúde dos bichos no zoológico.
Parque Ecológico, em Presidente Prudente, intensificou a vigilância.

Cidade da Criança faz campanha contra o abandono de animais domésticos no Parque Ecológico (Foto: Divulgação/AI/Cidade da Criança)

A equipe do Hospital Veterinário da Cidade da Criança deu início, nesta semana, a uma campanha contra o abandono de animais domésticos no Parque Ecológico, em Presidente Prudente. Atualmente, existem aproximadamente dez gatos e 15 cães, entre adultos e filhotes, abandonados no local, segundo o parque.

De acordo com a veterinária Lilian Gonzalez Bonifácio, os cães e gatos abandonados no parque podem prejudicar o bem-estar e a saúde dos animais residentes no local. “Os animais domésticos abandonados no parque transitam livremente, fator que possibilita a disseminação de agentes patológicos”, explica Lilian.

A Cidade da Criança intensificou a vigilância e, em caso de flagrante, o autor será denunciado aos órgãos de fiscalização, já que o abandono de animais é crime previsto na lei federal n° 9.605/98, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.

Além disso, segundo a veterinária, a presença de animais domésticos gera estresse nos bichos do zoológico do parque. “As aves, por exemplo, ficam assustadas na presença de gatos”, completa Lilian.

Os vigilantes e demais funcionários da Cidade da Criança foram instruídos a denunciar, caso presenciem uma ação de abandono.

Abandono de animais é crime, com pena de detenção de três meses a um ano e multa (Foto: Divulgação/AI/Cidade da Criança)

Presença de cães e gatos pode prejudicar a saúde dos animais do zoológico (Foto: Divulgação/AI/Cidade da Criança)


Via G1
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta