quarta-feira, 10 de agosto de 2016

‘A carne mais barata é a negra?’, dispara Elza Soares sobre ouro olímpico de Rafaela Silva

Arrasadora na cerimônia de abertura da Olimpíada e símbolo de uma vida repleta de reviravoltas e superação, a cantora Elza Soares foi mais uma dentre milhões de brasileiros que se emocionaram com a medalha de ouro da judoca Rafaela Silva, conquistada nesta segunda-feira, a primeira do Time Brasil nos Jogos.


Elza comenta sobre ataques racistas sofridos por Rafaela após derrota em Londres 2012. Foto: Divulgação

“Meu bem, muito feliz com seu sucesso! Qual o seu recado para os racistas? Conte comigo sempre, Elza”, escreveu a lenda da MPB em seu Twitter. “A carne mais barata do mercado é a carne negra? Um selinho, Elza Soares”, disparou em seguida a cantora, fazendo menção ao seu clássico “A carne”.



“Hoje fiquei emocionadíssima ao saber que a primeira medalha de ouro é preta e da favela…Rafaela Silva fez eu lembrar de mim mesma… E chorei mais um pouco. Que orgulho do meu Brasil! Das minhas meninas!”, havia postado Elza na rede social, ainda na noite de segunda-feira.



Nascida na favela de Moça Bonita, cria de Padre Miguel e Vila Vintém, Elza também comentou sobre os ataques racistas sofridos pela atleta em 2012, quando voltou da Olimpíada de Londres sem medalha: “Aí vem pra cima de mim dizer que não existe racismo… Durmam com essa medalha! Obrigada, Rafaela! Parabéns!”.


Hoje fiquei emocionadíssima ao saber que a primeira medalha de ouro é preta e da favela... 
Aí vem pra cima de mim dizer que não existe racismo... Durmam com essa medalha! Obrigada, Rafaela! Parabéns! 

Em algumas entrevistas, Elza já compartilhou experiências vivenciadas por ela mesma carregadas de racismo: “Negro é gente. Precisamos de uma vacina contra essa doença incurável chamada racismo. Até quanto negros serão mortos nesse país?”, declarou, em entrevista à “BBC”, no fim de 2015.


Do Extra 
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta