quinta-feira, 21 de julho de 2016

Dança das Cabaças - Exu no Brasil


Trazido pelos escravos com outros Deuses do panteão Yoruba, Exu foi colocado à margem e passou por um processo de demonização que se inicia na missão católica na África e se estende no período colonial brasileiro, onde seus atributos originais foram ocultados. 
Exu que na África era caracterizado como o princípio da vida, a força que move os corpos, a dinâmica, o senhor dos caminhos e das encruzilhadas, a principal ponte entre os mortais e as divindades que habitam o além, passa a ser visto como a personificação do mal perante o modelo cristão, devido ao seu seu símbolo fálico e seu comportamento astucioso.
Dirigido por Kiko Dinucci, o filme passa pelas diversas vertentes das religiões afro-descendentes, dos candomblés (de tradição Nagô, Gege, Bantu), Tambor de Mina, passando pela Umbanda e Quimbanda. Dança das Cabaças-Exu no Brasil conta com participações de Sacerdotes e estudiosos.

FICHA TÉCNICA

Dança das Cabaças - Exu no Brasil
Duração: 54 min. 
Formato: Mini DV
Direção: Kiko Dinucci
Fotografia:, Tatiana Nolla, Luciano Luis Valério, Marcelo Kazuo 
Consultoria: Nelson Ribeiro
Montagem: Luciano Valério
Cânticos: Sapopemba
Técnico de gravação(cânticos): Rogério Rochlitz
Sonoplastia : Jorge Peña, Silvio Franco, Alex Macedo
Projeto Gráfico: Gina Dinucci
Paticipação especial : Ivan Mesquita, Roseli de Melo Souza
Produção: Kiko Dinucci e Cine Baquira filmes
Entrevistados: 
-Professor Doutor Reginaldo Prandi
(Professor Titular de Sociologia da USP, São Paulo-SP)
-Professora Doutora Marta Heloísa Leuba Salum
(Museu de Arqueologia e Etnologia da USP,São Paulo-SP)
-Iya Sandra Medeiros Epega
(Ilé Leuiwyato, Guararema-SP)
-Babalawô Adejimi Aderotimi Adefolurin
(Ilê Axé Olodumare, São Paulo-SP)
-Babalorixá Carlos Alberto de Camargo de Oxum
(Ilê Axé Egbé Nji Bun Mi, Guarulhos-SP)
-Toy Vodunnon Francelino de Shapanan
(Casa das Minas de Thoya Jarina, Diadema-SP)
-Egbonmi Conceição Reis de Ogum
(O canto do Rouxinol, São Paulo-SP)
-Tata Tawá Joselito da Conceição
(Inzo N'kisi Musambu Unkuanxetu, São Paulo-SP)
-Tata Walmir Katuvanjesi Damasceno
(Inzo Tumbansi , São Paulo-SP)
-Mãe Rita de Cassia Cordeiro
(Templo de Umbanda Ogum Iara, São Paulo)
-Pai Milton Alves dos Santos
(SINAFRO, São Paulo-SP)
-Padre José Enis de Jesus
(Instituto do Negro Padre Batista, São Paulo-SP)
-Pastor Elias de Andrade Pinto
(Igreja Presbiteriana Independente, São Paulo-SP)
-Ogã Gilberto Ferreira de Exú
(Ilê Iyá Oxum Muyiwá, São Paulo-SP)
-Tata Antonio Katulem Burange de Amorim
(Ilê Axé de Hozoani, Parelheiros-SP)
- Pai João Lamburancimbe
(Ilê Axé de Obaluayê, Guarulhos-SP)
-Mãe Daran Suru
(Gege Savalú Cocunda de Iaiá, Carapicuiba-SP)

FONTE:

Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta