quarta-feira, 4 de maio de 2016

Novo centro de tratamento de câncer usa a arquitetura como terapia


Em Manchester, edifício de Foster+Partners para a Maggie's é naturalmente iluminado e cercado por jardins para trazer o conforto aos pacientes

A Maggie's, instituição de tratamento e apoio ao câncer reconhecida no Reino Unido, acaba de inaugurar uma nova unidade na cidade de Manchester, projetada pelo premiado escritório londrino Foster + Partners.

O espaço de 500 m² com área externa de 230 m² está longe de parecer um hospital: todo feito de madeira e rodeado por vidros, possui jardins internos e externos que acolhem os pacientes como se estivessem dentro da própria casa, apostando na arquitetura como parte da terapia. 

Organizado em um único andar com mezanino, perfil baixo similar ao das residências ao redor, o edifício é naturalmente iluminado por claraboias triangulares sustentadas por vigas de madeira. Tais estruturas agem suavemente como divisórias internas, dissolvendo a arquitetura aos jardins que circundam o espaço. Por todos os lados, a luz natural e o verde das plantas se faz presente.


Cada sala de tratamento da porção leste possui seu próprio jardim privativo. A extremidade sul conta com uma estufa, onde os pacientes podem se reunir para a prática da jardinagem terapêutica. O paisagismo é de Dan Pearson Studio. 


Corredores e identificações típicas de hospitais fora banidas para proporcionar o clima de casa. A paleta combina cores suaves, vidro, madeira e superfícies táteis. Há espaços que incentivam reuniões, bibliotecas e salas de ginástica. 


"Eu tive câncer e sei o quão importante é este tipo de tratamento. Nosso objetivo foi criar um edifício acolhedor, simpático e sem qualquer referência hospitalar. Um espaço cheio de luz, com vegetação, onde as pessoas possam se reunir, conversar ou simplesmente refletir", conta Lord Foster, presidente e fundador do escritório Foster+Partners. 



Via Casa Vogue
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta