sexta-feira, 27 de maio de 2016

Lição de humildade: Criolo muda letra de música antiga que tinha verso transfóbico


“Quando você é jovem, pode magoar alguém sem saber. Não porque você é mau, mas porque ninguém falou para você que aquilo poderia ser ruim”, disse o rapper Criolo, em entrevista para o jornal O Globo.


Ele se refere à mudança que fez num trecho da letra da música“Vasilhame”, do seu primeiro álbum “Ainda Há Tempo”, que foi relançado recentemente. “Não foi só essa modificação que fiz nas letras. Revi tudo e mudei aquilo que não tinha necessidade de ficar. Não tenho problemas em dizer que errei”.


Na versão antiga, Criolo cantava a seguinte frase: “Os traveco tão aí, oh! Alguém vai se iludir”. Depois de entender o sentido pejorativo da palavra “traveco” e que a identidade das pessoas transexuais não tem nada de ilusão, o rapper nascido no bairro do Grajaú, Zona Sul de São Paulo, resolveu mudar a frase, após 15 anos.


A versão atual diz: “O universo tá aí, oh! Alguém vai se iludir”. Os fãs, é claro, responderam positivamente à mudança. Mas, a gente lembra que não é a primeira vez que Criolo demonstra respeito pela comunidade LGBT. Durante uma apresentação em um programa, no ano passado, ele rebateu uma comparação do apresentador em tom de gozação de que parecia o ex-vocalista da banda britânica Queen, Freddie Mercury, que era homossexual (leia aqui).

“Não vou rir, aí parece que é defeito o cara ser homossexual. Eu não sou homossexual, mas jamais vou usar como chacota esse tema”, declarou.


Ouça “Ainda Há Tempo”:

Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta