segunda-feira, 23 de maio de 2016

Artes cênicas e gastronomia unidas na performance Moqueca Ciborgue


Provocando os sentidos do olfato e paladar, o coletivo Elenco de Ouro apresenta a intervenção cênica Moqueca Ciborgue, em Ilhéus. Com concepção e atuação de Rafael Guimarães e interlocução estética de Cleber Braga, a performance será apresentada em diversos bairros da cidade. A estreia será na próxima quarta-feira (25) às 10 horas, na Central de Abastecimento do Malhado e, no mesmo dia, às 17 horas, na praça do Teatro Municipal. O projeto foi contemplado com o Prêmio “Solos Criativos” (2015-2016) do Fundo Municipal de Cultura/Secretaria de Cultura de Ilhéus.

Para Rafael Guimarães, Moqueca Ciborgue é um experimento, uma aterrissagem nas terras sulbaianas, que promove um encontro gastronômico e afetivo pelas ruas da cidade. “É sobre chegar nessa terra e se encontrar com a gente daqui. Ao mesmo tempo em que propõe um diálogo afetivo, também busca refletir sobre a cidade, sobre como é viver por aqui”, afirma o artista.

Ao longo da intervenção cênica, uma moqueca é preparada enquanto se desenrolam as ações no espaço público e as pessoas são convidadas a experimentá-la. Nas palavras de Rafael Guimarães, “o prato é feito por um estrangeiro que chega, um estrangeiro ciborgue, que se monta e se remonta por aqui”. Moqueca Ciborgue será apresentada ainda no dia 30 às 13 horas no calçadão da Rua Marquês de Paranaguá, e, no dia 31, às 10 horas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Sul do bairro Nossa Senhora das Vitórias e ás 16 horas no Terminal Urbano.


O coletivo Elenco de Ouro se formou em Curitiba em 2000 e há dois anos está Ilhéus, tendo se dedicado a trabalhos que provoquem um diálogo das Artes Cênicas com outras linguagens artísticas, tendo como enfoque a cidade, a diferença e a crítica decolonial. O currículo do grupo conta com trabalhos como Gambiarra (2009-2010), Cartografias Curitiba-Granada (2013) e Cabaret Glicose: um cabaret decolonialista! (2015).

Serviço:

Moqueca Ciborgue

Quando e onde:

25/05 (10 horas) – Feira do Malhado

25/05 (17 horas) – Praça do Teatro

30/05 (13 horas) – Marquês de Paranaguá

31/05 (10 horas) – CRAS Sul (N. Sra. das Vitórias)

31/05 (16 horas) – Terminal Urbano
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta