quarta-feira, 6 de abril de 2016

Mulher apanha de guarda na rodoviária de Piracicaba


Caso ocorreu na rodoviária e imagens ganharam repercussão na internet.
Prefeitura disse que tem conhecimento do assunto e vai abrir sindicância.


Uma mulher de 27 anos foi agredida dentro do Terminal Rodoviário de Piracicaba (SP) por um guarda municipal. Vídeo gravado por um internauta que pediu para não ser identificado mostra o agente dando um tapa no rosto da moradora de rua e puxando os cabelos e a orelha dela. O caso aconteceu na última quarta-feira (30) e ganhou repercussão após as imagens serem divulgadas no Facebook. Nesta segunda-feira (4) a Prefeitura informou que vai abrir uma sindicância.

O homem que gravou o vídeo afirmou ao G1 que ficou revoltado quando viu a forma como o guarda estava tratando a mulher. Ele pediu para não ser identificado, mas disse que forneceu as imagens para dois advogados que também viram a cena na rodoviária e foram até a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência. O documento foi registrado para “averiguação de abuso de autoridade”.

No vídeo, é possível ouvir a mulher gritar durante a abordagem do guarda municipal (veja as imagens acima). Desde a quarta-feira, a reportagem solicita informações da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) em Piracicaba e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) sobre o caso. Até a manhã desta segunda, no entanto, nenhuma informação havia sido passada.

De acordo com o registro da ocorrência, o agente ainda puxou a mulher pelo braço e gritou para que ela saísse do local. O braço da moradora de rua começou a sangrar e ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o pronto-socorro da Vila Cristina.

A Guarda Municipal é vinculada à Prefeitura de Piracicaba, que nesta manhã afirmou que vai apurar a agressão. “A administração tem conhecimento do fato, reforça que é contra qualquer ato de violência e vai abrir uma sindicância interna para apurar as responsabilidades”, diz o governo local em nota.


Via G1
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta