quarta-feira, 20 de abril de 2016

Artista brasileiro Eduardo Kobra pinta muro de escola de dança no Rio


Muralista que já pintou em 17 países voltou ao Rio para novos projetos. Bailarinos de projeto social que fazem sucesso na Europa foram inspiração.

Famoso pelas pinturas ricas em cores e com impressões tridimensionais, o muralista Eduardo Kobra está no Rio de Janeiro para iniciar novos projetos. Ao longo de 2016, pelos menos seis pinturas do artista poderão ser vistas pela cidade e o primeiro muro a receber as multicores e realismo - traços característicos do artista – já pode ser visto na Tijuca, na Zona Norte da cidade.

A fotografia de dois bailarinos que fizeram parte do projeto social Dançar a Vida, da Escola de Dança Petite Danse, serviram de inspiração para a pintura que ficou pronta este mês. A arte que agora está estampada no muro da escola de dança chama atenção de quem passa pela Rua Uruguai. Esse não foi o primeiro trabalho de Kobra relacionado à dança. O artista também já pintou uma bailarina do balé Bolshoi, uma das companhias de dança mais importantes do mundo.

“Eu já realizei já alguns murais que têm relação com o balé. Aqui [em São Paulo], na Favela Paraisópolis, existe um grupo de balé também. É uma ONG e nós fizemos a fachada e retratamos ali uma aluna, uma menina que mora aqui em Paraisópolis. Também já fiz outros painéis sobre balé, que também chamam atenção. Em Moscou [na Rússia], próximo ao Teatro Bolshoi, tem uma bailarina, que até faleceu ano passado, mas foi uma das mais importantes da história do Bolshoi”, disse Kobra.

Para o artista, fazer trabalhos relacionados a projetos sociais é uma de suas características. “Eu coloquei pra eles essa opção de que eu gostaria de fazer um trabalho dentro desse contexto de um projeto social. Eles [os bailarinos escolhidos para o muro da escola de dança na Tijuca] são de origem simples e hoje estão fazendo sucesso na Europa”, explicou.
O próximo muro a ser pintado pelo artista aqui no Rio de Janeiro também será de um projeto social. A Casa Amarela, que fica no Morro da Providência, é o palco do próximo projeto de Kobra.

“Vai ser uma intervenção na fachada e também em algumas casas ou escadaria que tem lá”, contou o paulista.

Projeto para as Olimpíadas
Apesar dessas novas pinturas que já estão confirmadas, a ida de Kobra para o Rio teve outros motivos. O artista que fez um dos pôsteres oficiais das olimpíadas – que será lançado nos próximos dias –, também foi convidado para pintar um mural de quase dois mil metros na Zona Portuária da cidade. Sem revelar muito sobre o novo projeto, o muralista que já pintou em 17 países afirma que está bastante motivado.

“É um grande mural, com cerca de dois mil metros, na área que está sendo revitalizada. Tem a ver com as olimpíadas, mas eu estou criando um mural que tenha uma característica que mesmo passando as olimpíadas, também tenha conexão com o Rio”, disse Kobra.

E os trabalhos do artista não param pelo Rio. Até o fim do ano, Kobra e sua equipe deve passar por 10 países diferentes.

“Nós estamos negociando murais em vários lugares. Eu estou indo daqui a alguns dias pra Tóquio pintar alguns prédios”, completou.

Muro pintado por Kobra em Moscou, na Rússia (Foto: Divulgação / Eduardo Kobra)

Pintura 'O Beijo', de Eduardo Kobra, em Nova York (Foto: Divulgação / Eduardo Kobra)

Retrato de Malala Yousafzai na fachada do Museo dell’Altro e Dell’Altrove, em Roma, na Itá
lia (Foto: Divulgação / Eduardo Kobra)

Via G1
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta