quarta-feira, 23 de março de 2016

Serena rebate Djokovic e defende premiações iguais para homens e mulheres


Raymond Moore, CEO do torneio norte-americano de Indian Wells, e o sérvio Novak Djokovic reacenderam no último fim de semana um dos temas mais polêmicos do mundo do tênis: a equiparação entre as premiações entre homens e mulheres. Após o executivo dizer que as mulheres "pegam carona nos homens" e que Roger Federer e Rafael Nadal "têm carregado este esporte", o número 1 do mundo comentou que a ATP "deveria lutar por mais porque as estatísticas mostram que temos mais espectadores nas partidas masculinas".

Nesta terça-feira, Serena Williams, líder do ranking da WTA e dona de 21 títulos de Grand Slams, detonou a declaração de Djokovic e saiu em defesa do tênis feminino.

"Eu acho que ele pode ter sua opinião. Mas se ele tivesse uma filha... Ele tem um filho agora. Queria que ele falasse para a filha dele: 'Meu filho merece mais dinheiro que você porque ele é um menino'. Eu só acho que eu nunca colocaria as minhas crianças em sexo contra outro sexo. Não é justo comparar", criticou a norte-americana, lembrando de Stefan, filho de um ano do sérvio.

Serena ressaltou que, assim como os homens, as mulheres geram audiência para o tênis e evitou comparações entre atletas.

"Você tem tantas mulheres campeãs, jogadoras que trouxeram tanta audiência para o esporte, assim como homens que deram audiência. Tênis é um grande esporte para as mulheres. Pode não ser o melhor esporte para os homens, mas continua sendo um esporte enorme. Você tem o futebol americano, o basquete, o futebol, e você não pode comparar os atletas. Cada atleta trabalha muito duro. E se eu tivesse duas crianças eu nunca diria que meu filho merece mais dinheiro que minha filha por causa de seu sexo", disse.


Via UOL
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta