terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Liberte-se

Peladas, pessoas comuns falam sobre preconceito por causa de tatuagens

Alexandra | Reprodução / Facebook (Isabela Catão)

"Por que em pleno 2016 tatuagem ainda é um tabu?" Este é o ponto de partida da fotógrafa Isabela Catão, do Rio de Janeiro, para seu mais novo projeto, o 'Liberte-se'. A ideia é desmistificar o preconceito contra pessoas tatuadas expondo-as em nus artísticos nas redes sociais. 

As fotos acompanham textos sobre experiências pelas quais os modelos - todos pessoas comuns - já passaram. As situações vão desde problemas em processos seletivos de trabalho até 'alfinetadas' familiares que só quem tem tatuagem sabe como são. 

Embora o projeto ainda esteja no início, alguns depoimentos já destacam a ignorância com a qual alguns têm que conviver. É o caso do produtor musical Leo, de 31 anos, dono de 50 desenhos no corpo:

"Já passei por inúmeras situações constrangedoras por causa das minhas tatuagens, mas uma das que mais me marcou foi quando eu entrei em um mercado que tinha na rua em que eu morava e o segurança veio andando atrás de mim. Fui perguntar o porque daquilo e ele falou: 'Você é todo tatuado né, você entende?'"

Já a estudante de Engenharia Ambiental, Bruna, de 21 anos, diz que sua família conservadora foi 'transformada' após suas duas tattoos:

"Poucas pessoas entendem o verdadeiro significado de uma tatuagem. É vestir sua essência interna e profunda em sua pele. A tatuagem foi uma maneira de me libertar e abrir as asas, e com o tempo, fui aceita, recebi elogios. No fundo, tudo que lidamos com confiança e amor se transforma e sei que transformei minha família... nem que seja um pouquinho".

Até o momento, somente quem é do Rio ou São Paulo pode participar do projeto. Outro requisito é ter alguma história para contar a respeito das dores de ter tinta marcada na pele. A cada nova sessão, três fotos de um mesmo modelo são publicas, uma no Tumblr do 'Liberte-se' e as duas outras no Instagram e Facebook. POR FREDERICO PORTELA

Veja algumas fotos: 

Thiago | Reprodução / Facebook (Isabela Catão)

Paula | Reprodução / Facebook (Isabela Catão)

Leo | Reprodução / Facebook (Isabela Catão)

Tatiana | Reprodução / Facebook (Isabela Catão)

Deivid | Reprodução / Facebook (Isabela Catão)

Ana | Reprodução / Facebook (Isabela Catão) POR FREDERICO PORTELA
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta