sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Justus venderá toda sua parte do Newcomm


Ao aceitar o cargo de chairman, empresário preferiu negociar 100% das ações que possuía do grupo com o WPP
O empresário Roberto Justus não será mais acionista do grupo Newcomm, proprietário das agências Y&R, Grey, Wunderman, VML, Red Fuse e Ação.

No novo acordo, assinado recentemente com o WPP, controlador do grupo, Justus concordou em permanecer como chairman do Newcomm até 2020, mas não mais na condição de sócio. Ele já vendeu mais de 95% de suas ações para o WPP e o restante também será negociado nos próximos meses.

Desde 2010, o publicitário vem diminuindo sua participação societária no Newcomm. Há seis anos, ele negociou 50% de suas ações e havia planejado, para o final de 2015, a venda integral da parte restante da parte restante e sua retirada da operação.

Um convite do WPP, no entanto, o fez aceitar a função de chairman para gerir as operações das agências e auxiliar o trabalho de Marcos Quintela, que, de acordo com o novo contrato, assume o cargo de presidente do Newcomm – posto ocupado por Justus até o final de 2015.

Na nova função de chairman, a remuneração do empresário estará atrelada aos negócios do gerados pelo grupo pelos próximos cinco anos. Com a saída de Justus, o WPP passa a deter 90% da participação do Newcomm. Quintela, que também faz parte da sociedade, é dono de 10% do negócio.
 
 
Fonte: Meio & Mensagem
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta