quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Jaques Wagner pode ser convocado na CPI dos fundos de pensão

CONVOCAÇÃO DO MINISTRO VAI SER ANALISADA PELO COLEGIADO APÓS O RECESSO DO CARNAVAL FOTO: MATEUS PEREIRA/ GOVBA

O chefe da Casa Civil Jaques Wagner pode ser convocado para depor na CPI dos Fundos de Pensão, conforme informou o presidente da comissão deputado federal Efraim Filho (DEM-PB) nesta quarta-feira (3).

A convocação do ministro vai ser analisada pelo colegiado após o recesso do Carnaval, na terça-feira (16). Também será discutida a convocação do ex-presidente da empreiteira OAS, José Adelmário Pinheiro Filho, mais conhecido como Léo Pinheiro.

Léo Pinheiro foi condenado por participação no Petrolão. Durante as investigações da Operação Lava Jato, os investigadores obtiveram no celular de Pinheiro conversas entre ele e Jaques Wagner, que indicam suposta atuação de Wagner na intermediação de negócios entre a empreiteira e fundos de pensão.

Também existem conversas entre os dois e de interlocutores do governo baiano, na época da segunda gestão de Wagner, com executivos da empresa. Investigadores suspeitam que trate de doações para a disputa pela prefeitura de Salvador.

Como a previsão de encerramento da CPI no dia 19 de março, Efraim Filho pretende pedir prorrogação por mais 60 dias.

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto permaneceu calado durante a sessão desta quarta.


Fonte: Diário do Poder
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta