quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Após ofensas homofóbicas, Manny Pacquiao perde contrato milionário com a Nike


Não demorou.

Menos de dois dias após as desastrosas palavras de Manny Pacquiao, Nike quebrou o contrato que mantinha com o boxeador.

Em comunicado, a empresa jogou o boxeador filipino nas cordas:

"Nós achamos os comentários de Manny Pacquiao detestáveis. A Nike fortemente se opõe à discriminação de qualquer forma e tem uma longa história de apoio à comunidade LGBT. Nós não temos mais nenhum relacionamento com Manny Pacquiao", diz o comunicado.


Em entrevista a um canal filipino, o boxeador, que tenta uma cadeira no Senado do país, fez uma comparação extremamente infeliz.

"É o senso comum. Você vê animais se relacionando com outros do mesmo sexo. Animais são melhores porque conseguem distinguir masculino e feminino. Se homens saem com homens e mulheres saem com mulheres, eles são piores que animais".

Depois, aparentemente arrependido, postou um vídeo no Twitter pedindo desculpa. Mas, felizmente, já era tarde.
 
 
Fonte: Brasil Post
Postar um comentário

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta