quarta-feira, 23 de julho de 2014

Educação em nossas mãos!


Salvador tem aumento de 350% em casos de dengue em 2014; Bahia registra redução de 81%

Foto: Reprodução
O número de casos de dengue em Salvador cresceu 350% entre janeiro e o início de julho deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. De acordo com dados do Ministério da Saúde, neste ano foram registrados 4.927 casos da doença, enquanto que em 2013, foram 1.095 notificações. Em relação ao estado, a situação é inversa, com queda no número de casos. A Bahia registrou nos primeiros sete meses do ano 14.978 notificações, contra 57.720 de 2013, redução de 81% dos casos. Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Combate à Dengue, Isabel Guimarães, as chuvas que caíram na capital influenciaram nos números expressivos. “Salvador teve um período de chuvas muito intenso esse ano, diferente do ano passado, que a gente chegou a ter uma redução de 70% em relação a 2012”, informou. Informações do Correio.

Galeano: Pouca Palestina resta. Pouco a pouco, Israel está apagando-a do mapa

Desde 1948, os palestinos vivem condenados à humilhação perpétua. Não podem sequer respirar sem autorização. Têm perdido a sua pátria e as suas terras.

Mapa da ocupação
Foto: Esquerda.net
Para justificar-se, o terrorismo de Estado fabrica terroristas: semeia ódio e colhe álibis. Tudo indica que esta carnificina de Gaza, que segundo os seus autores quer acabar com os terroristas, conseguirá multiplicá-los. 


Desde 1948, os palestinos vivem condenados à humilhação perpétua. Não podem nem sequer respirar sem autorização. Têm perdido a sua pátria, as suas terras, a sua água, a sua liberdade, tudo. Nem sequer têm direito a eleger os seus governantes. Quando votam em quem não devem votar, são castigados. Gaza está sendo castigada. Converteu-se numa ratoeira sem saída, desde que o Hamas ganhou legitimamente as eleições em 2006. Algo parecido tinha ocorrido em 1932, quando o Partido Comunista triunfou nas eleições de El Salvador.

"Dormi com muita gente da indústria musical"

A cantora Lana Del Rey deu uma entrevista bastante sincera para a revista americana Complex. Capa da edição de agosto/setembro da publicação, Lana falou sobre seu novo disco Ultraviolence, o processo de criação, a indústria musical e sexo.

"Eu dormi com muitos caras da indústria musical, mas nenhum deles me ajudou a conseguir um contrato com gravadora. O que é frustrante", diz a cantora após ser perguntada sobre a música F**** My Way Up to the Top (F*** Meu Caminho ao Topo, em tradução livre), faixa de seu último álbum, que pode ser interpretada como alguém que usa relações sexuais para conseguir o sucesso. "Eu sei o que vocês estão pensando sobre mim, e a música é uma alusão a isso."

O discurso de Lupita Nyong’o

por Maiara Lima 

Com tradução de Maiara Lima

Quero aproveitar esta oportunidade para falar sobre beleza, beleza negra, beleza escura. Eu recebi uma carta de uma menina e gostaria de compartilhar apenas uma pequena parte dela com vocês: “Cara Lupita,” onde se lê : “Eu acho que você realmente tem sorte por ser tão negra e ainda tão bem sucedida em Hollywood. Eu estava prestes a comprar um creme da “Whitenicious” para clarear minha pele quando você apareceu no mapa e me salvou.”

Meu coração sangrou um pouco quando li essas palavras, eu nunca poderia ter imaginado que o meu primeiro trabalho seria tão poderoso e que me tornaria em uma imagem de esperança, da mesma forma que as mulheres de “A Cor Púrpura” foram para mim.

Novos Baianos - Samba da Minha Terra


Estado de saúde de Ariano Suassuna piora, diz boletim médico

Foto: Felipe Rau/Estadão Conteúdo
O estado de saúde do escritor paraibano Ariano Suassuna piorou na tarde desta terça-feira (22), segundo boletim médico divulgado à noite pelo Real Hospital Português (RHP). De acordo com o comunicado, ele permanece internado em coma na UTI Neurológica da unidade e respira com a ajuda de aparelhos. “Houve um agravamento do quadro clínico e a situação é instável, com queda da pressão arterial e pressão intracraniana muito elevada”, informa o RHP. Suassuna, que tem 87 anos, sofreu um AVC hemorrágico na noite desta segunda-feira (21) e passou por uma cirurgia, quando foram colocados dois drenos para controlar a pressão no crânio. Na tarde desta terça, a Academia Brasileira de Letras (ABL) e o jornal O Globo informaram que o escritou havia morrido, fato desmentido pouco tempo depois. Com informações do portal NE 10.


Fonte: Bahia Notícias

terça-feira, 22 de julho de 2014

Vou-me Embora pra Pasárgada - Manuel Bandeira


Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconsequente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

Madame Satã - Filme nacional - Com Lázaro Ramos

Rio de Janeiro, 1932. No bairro da Lapa vive encarcerado na prisão João Francisco (Lázaro Ramos), artista transformista que sonha em se tornar um grande astro dos palcos. Após deixar o cárcere, João passa a viver com Laurita (Marcélia Cartaxo), prostituta e sua "esposa"; Firmina, a filha de Laurita; Tabu (Flávio Bauraqui), seu cúmplice; Renatinho (Felippe Marques), sem amante e também traidor; e ainda Amador (Emiliano Queiroz), dono do bar Danúbio Azul. É neste ambiente que João Francisco irá se transformar no mito Madame Satã, nome retirado do filme Madame Satã (1932), dirigido por Cecil B. deMille, que João Francisco viu e adorou. (adorocinema)




Morto na porta de hospital particular foi vítima de racismo, diz família


Familiares do vigilante que morreu após ser vítima de suposta omissão de socorro em um hospital privado da zona leste de SP vão acionar CRM e Justiça para punir eventuais responsáveis


Janaina Garcia - Foto: Alan Morici / Terra

A família do vigilante Nelson Santos, 48 anos, disse nesta segunda-feira que ele foi vítima de discriminação social e racial ao ter o atendimento negado em um hospital particular de Itaquera, zona leste de São Paulo, na noite da última quarta-feira. Santos morreu depois de passar mal e ser levado ao hospital pelo motorista e o cobrador de uma lotação na qual seguia para o trabalho. Em entrevista coletiva, familiares classificaram o caso como “uma sentença de morte”.

As Ayabás - Doces Bárbaros


Lendária apresentação dos Doces Bárbaros (1976), interpretando a música "As Ayabás". Letra de Caetano Veloso e Gilberto Gil. Confira essa apresentação cheia de magia e beleza:


As Ayabás

(Caetano Veloso & Gilberto Gil)

Nenhum outro som no ar pra que todo mundo ouça
Eu agora vou cantar para todas as moças
Eu agora vou bater para todas as moças
Eu agora vou dançar para todas as moças
Para todas Ayabás, para todas elas
Eu agora vou cantar para todas as moças
Eu agora vou bater para todas as moças
Eu agora vou dançar para todas as moças
Para todas Ayabás, para todas elas

Retratos de povos indígenas ao sul da Amazônia e entrevista com autor desse belo trabalho


Gabriel Ivan nasceu no Porto Velho, Rondônia, e achava que a sua vida profissional passaria pela educação física, disciplina que cursou até ao quinto ano, altura em que percebeu “que não seria feliz”. Foi aí que decidiu fazer de uma brincadeira, que começou aos 15 anos, quando a mãe lhe ofereceu uma câmera boliviana, a sua verdadeira forma de vida. Hoje é fotógrafo profissional e autor de um dos registros mais intensos das etnias indígenas do sul do Amazonas.

Poesia afrobeat de Nelson Maca marca programação do Percpan neste domingo

Acompanhado pela percussão de Jorjão Bafafé e pelo trompete de João Teoria, poeta apresenta performance CandomBlackesia

Acompanhado pela percussão de Jorjão Bafafé (à dir.) e pelo trompete de João Teoria (à esq.), Nelson Maca (centro) apresenta performance CandomBlackesia neste domingo (27), último dia do evento

Um dos convidados da 20ª edição do PercPan, o poeta Nelson Maca apresenta neste domingo (27), último dia do evento em Salvador, a performance CandomBlackesia às 19h, no Terreiro de Jesus. Com o tema Das Matrizes às Batidas Contemporâneas, a apresentação fará o cruzamento entre ritmos africanos e gêneros como funk e rap. 

No projeto, os poemas de Nelson Maca são acompanhados pela percussão de Jorjão Bafafé, coordenador do bloco afro Okánbi, e pelo trompete de João Teoria, músico integrante da Orkestra Rumpilez e o grupo Skanibais. Encruzilhada, Matança e O Respeito são alguns dos textos que integram a programação do espetáculo.

Israel X Palestina em 3 minutos

Vídeo curta de animação que representa o eterno conflito entre israelenses e palestinos. Milhares de mortos, entre adultos e crianças, mostram o quanto a política e a religião podem servir como instrumentos de aniquilação.


Eduardo Galeano: A Copa do Mundo e a 'empresarialização' do futebol

Guerras coreografadas e outros aspectos do maior esporte do mundo


[As passagens seguintes foram extraídas pela TomDispatch do livro de Galeano "Futebol ao Sol e à Sombra."]

O Estádio
Você já entrou em um estádio vazio? Tente. Fique no meio do campo e escute. Não há nada mais vazio do que um estádio vazio. Não há nada mais mudo quando está desprovido de espectadores.

‘Brasil-África: Histórias Cruzadas’

UNESCO: Novo programa reconhece a influência da história e cultura africanas no Brasil

Os berimbaus que regem a capoeira – expressão cultural desenvolvida no Brasil principalmente por descendentes de escravos africanos. Foto: Habj (Creative Commons)

Com o objetivo de reconhecer a influência da história e cultura africanas na sociedade brasileira, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil está impulsionando o programa ‘Brasil-África: Histórias Cruzadas’, em colaboração com instituições culturais e educativas nacionais.

AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta