sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Adriana Calcanhotto sobre a morte da esposa, Suzana de Moraes: ‘Fui a mulher mais feliz do mundo nestes 26 anos juntas’

A cantora Adriana Calcanhotto divulgou nesta terça-feira (27) uma nota emocionada sobre a morte de sua esposa, a atriz e cineasta Suzana de Moraes, filha do poeta e compositor Vinícius de Moraes.

Por Diego Iraheta, no Brasil Post 

“Morreu de mãos dadas comigo”, contou, em texto reproduzido pelo jornal O Dia e pelo site Ego. “Foi-se o amor da minha vida”, desabafou, sobre o relacionamento de26 anos com Suzana, que tinha 74.

Relatório de ONG define sistema carcerário brasileiro e abordagem policial como 'medievais'

Foto: Jean Froissart, séc. XV / Reprodução
O relatório da ONG ‘Human Rights Watch', divulgado nesta quinta-feira (29), denunciou o sistema carcerário brasileiro e a violência cometida pela polícia, considerada como ‘abusos crônicos’, no momento da abordagem. Tortura, execuções extrajudiciais, impunidade de crimes cometidos durante a ditadura e más condições de seus presídios foram pontos abordados no relatório. As informações são da BBC Brasil.

O documento reconheceu que as polícias de São Paulo e do Rio de Janeiro tem tomado medidas para combater o uso abusivo de autoridade e força, mas denuncia que as duas corporações, juntas, foram culpadas por 941 mortes nos primeiros nove meses de 2014. Há dados de que o sistema prisional abriga 37% de presos acima de sua capacidade, e muitos ainda estão a espera de uma decisão judicial.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Homem paga passagem para morador de rua voltar pra casa em Salvador

Por Vicente Carvalho

Quantas vezes passamos por moradores de rua, e não sabemos a história deles? Alguns podem os chamar de vagabundos, que não querem trabalhar, mas a verdade é que ninguém sabe o que se passou na vida da pessoa para ela ir parar nas ruas.

Acabei de assistir um vídeo que a leitora Rê Gallucci nos mandou pela fanpage do Razões, nele vi uma história simples, mas transformadora. A de um cidadão comum, que resolveu ajudar um morador de rua que ele conheceu no semáforo a voltar para sua terra natal: Bahia.

Hoje é aniversário de Oprah Winfrey!

por: Revista Caras

Oprah Winfrey foi eleita a mulher mais rica do ramo de entretenimento no mundo durante o século XX, uma das maiores filantropas de todos os tempos e a primeira mulher negra a ser incluída na lista de bilionários. Ela completa hoje 61 anos. Parabéns, felicidades e mais sucesso!

'Está em curso a mais grave ofensiva aos povos indígenas pós-democratização', diz ex-presidente da Funai

Ana Aranha | Agência Pública | São Paulo

Maria Augusta Assirati, que deixou o cargo em outubro de 2014, comenta interferência política no órgão: 'tivemos que descumprir compromisso com os Munduruku porque governo deu prioridade a usina de São Luiz do Tapajós'

Fabio Rodrigues | Pozzebom/Agência Brasil
Maria Augusta Assirati em agosto de 2014, durante entrevista em que relatava contato com índios isolados no Acre

Maria Augusta Assirati foi presidente interina da Fundação Nacional do Índio (Funai) por um 1 ano e 4 meses, tempo em que ela diz ter vivido com “grande descontentamento e constrangimento”. Na gestão que menos demarcou terras desde José Sarney, ela aponta a interferência política do governo Dilma Rousseff como a maior responsável pela paralisação do trabalho técnico do órgão indigenista. “A orientação é no sentido de que nenhum processo de demarcação em nenhum estágio, delimitação, declaração, ou homologação, tramite sem a avaliação do Ministério da Justiça e da Casa Civil”.

Lançamento CD PLAYGRUDE: Domingo no Pelourinho !


Em outubro do ano passado Marcela Bellas e Helson Hart lançaram o Playgrude, disco infantil com nove músicas inéditas, interpretadas por diferentes artistas da nova cena musical baiana. O disco virou show, um show para crianças de todas as idades!

Com apoio do Edital Setorial de Música da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) e financiado pelo Fundo de Cultura (FCBA) e Secretaria da Fazenda (Sefaz), o Playgrude tem como proposta ser uma grande festa, um playground, um quintal para brincar de apertar os botões da memória. 

Carnaval e Cultura negra

Origens do carnaval e a marca da cultura negra na festa são debatidas na Casa do Saber

Jornalista Flávia Oliveira entrevistou Haroldo Costa num bate-papo sobre a folia de Momo nesta quarta-feira


POR O GLOBO


RIO — Das grandes sociedades aos blocos, até chegar às escolas de samba. As origens do carnaval e a marca da cultura negra na festa, passando pelas mais diferentes manifestações da folia de Momo ao longo dos séculos, foram tema, nesta quarta-feira, de um debate entre os jurados do Estandarte de Ouro, na Casa do Saber O GLOBO. O bate-papo foi comandado pela jornalista Flávia Oliveira, que entrevistou o ator, produtor, pesquisador e escritor Haroldo Costa. E, num grupo de tantos bambas, histórias de velhos carnavais mostraram a importância da africanidade para a festa.

"Tenho dó de quem me insultou", diz Fabiana após caso de racismo

por Fabio Aleixo - Do UOL, em São Paulo

Capitã da seleção brasileira de vôlei feminino, Fabiana foi alvo de insultos racistas na partida do Sesi-SP contra o Minas pela Superliga. Em entrevista ao UOL Esporte nesta quarta-feira, a meio-de-rede ressaltou que não tem raiva de quem a ofendeu.


"Não tenho ódio nem raiva, tenho pena e dó desta pessoa. Imagina o que vai passar para os outros e para o filho. Sentimento de dó é o pior que posso ter em relação a ela", disse.

Executivo do Facebook falará na Campus Party 2015

Ime Archibong, diretor de parcerias estratégias 
do Facebook, durante conferência da rede social. 
(Foto: Reprodução/YouTube.com)
Ime Archibong gerencia parceria do site com Apple, Microsoft e Neflix.

Ele também lidera projeto que quer levar internet a todo o mundo.

Do G1, em São Paulo

O executivo do Facebook responsável por transformar a rede social na porta de entrada para aplicações de outras empresas, como Apple, Amazon, Microsoft e Netflix, participará da Campus Party 2015, informou a organização do evento nesta quarta-feira (28).

Fabiana, da seleção de vôlei, é vítima de racismo em Minas Gerais

Este não é o primeiro caso de preconceito em partidas da Superliga de vôlei em terras mineiras

POR O GLOBO

Fabiana, da seleção brasileira, foi vítima de
 racismo em Minas Gerais - Alexandre Cassiano 
Agência O Globo
BELO HORIZONTE - Mais um caso de racismo na Superliga de vôlei em Minas Gerais. Jogadora da seleção brasileira e do Sesi-SP, a meio de rede Fabiana alega ter sido chamada de "macaca" por um torcedor na derrota de sua equipe, por 3 sets a 1, contra a Camponesa/Minas, na Arena Minas, na noite da última terça-feira. O jogo foi válido pela 4ª rodada do segundo turno. De acordo com relato da jogadora nas redes sociais, o torcedor foi retirado da arquibancada pelos seguranças da Arena e foi encaminhado para a delegacia.

Quintal do Raso da Catarina em Brasilis


AS MAIS ACESSADAS

Da onde estão acessando a Maria Preta